Archive for November, 2009

Mais uma banda inútil morria!

November 24, 2009

BAIXAR DISCO

O’Seis é nada mais nada menos que o pré-mutantes, foda-se, todo mundo sabe disso. Sabem também que eles lançaram só um compacto, com as musicas Suicida e Apocalipse. Composta por Raphael Vilardi e Rita Lee, Apocalipse é uma baladinha meio bossa nova com uma pegada twist em alguns momentos e a letra não tem nada a ver com os hô-bá-lá-lás da bossa. Suicida é um negocio sombrio com cara de twist, a letra é fudidamente pessimista, Arnaldo canta como se fosse um suicida mesmo, pronto pra se jogar de cima do manicômio ao invés do viaduto do chá. Se ela não tivesse sido composta por dois integrantes (Raphael Vilardi / Roberto Loyola) que saíram da banda antes da mesma se tornar Os Mutantes, eu diria que essa é uma das musicas mais legais dos Mutantes. Ainda atendendo por O’Seis, participaram do Compacto do Gemini II, com as musicas Lindo e Tchau Mug.

Advertisements

The King of Soul

November 20, 2009

No primeiro grande festival de rock do mundo, e que reunia Jimi Hendrix (Em seu primeiro show nos Estados Unidos), The Who, Janis Joplin… O maior show da noite foi de um negão americano que tocava Soul, era ídolo entre os mods da inglaterra e totalmente ignorado em seu pais. Estou falando do festival de Monterey e da lenda do Soul Otis Redding. E não é exagero nenhum, meus amigos! Olhem o que Brian Jones andou dizendo por aí: Nem por 1 milhão de libras subiria no palco depois de Otis Redding!

Otis Redding Morreu muito novo, aos 26 anos, em uma porra de um acidente de avião que junto com ele, levou três integrantes do Bar-Kays. Redding deixou pela metade o album que segundo ele, seria o “Sgt Peppers” do Soul, se chamaria The Dock of the Bay e seria lançando depois de sua morte junto como uma compilação de musicas de 1956 e 1967, acrescidas de algumas novas e do sucesso póstumo (Sittin’ On) the Dock of the Bay.

Sem duvida alguma, Otis Redding está na mesma prateleira que os monstros James Brown, Al Green e Sam Cooke. Eu diaria até que ele está um patama a cima, mas deixemos esses pretos no mesmo lugar. É difícil encontrar alguém que ainda não ouviu falar em Otis Redding, mas infelizmente às vezes ainda encontro em algumas mesas de bar algumas pessoas que vêm querer falar de soul, mas conhecem o negão mais aloprado do soul. Fico indignado, mando o cara baixar alguns discos do Otis e depois sair por aí falando de soul. E pra facilitar o trabalho desse povo, resolvi upar aqui no blog o maior clássico dele: Otis Blue.

O disco vem com a classica Respect regravada por Aretha Franklin, com as lindissimas Ole Man Trouble e I’ve Been Loving You Too Long, com covers fudidos de Change Is Gonna Come e Shake de Sam Cooke, e ainda tem uma versão porrada para I Can’t Get No, que começa com um ataque violento de metais na introdução.

01. Ole Man Trouble
02. Respect
03. A Change Is Gonna Come
04. Down in the Valley
05. I’ve Been Loving You Too Long

06. Shake
07. My Girl
08. Wonderful World
09. Rock Me Baby
10. Satisfaction
11. You Don’t Miss Your Water

BAIXAR DISCO

Como eu sei que vocês vão gostar, depois vou upando as outras pérolas dele.